Tuesday, July 6, 2010

metas do milénio

Pobreza e fome: em todo o mundo, 1,4 biliões de pessoas vivem em extrema pobreza (menos de 1,25 dólares por dia) e quase um em cada sete pessoas vai para a cama com fome todas as noites.
Meta 1: Reduzir pela metade, entre 1990 e 2015, a proporção de pessoas cujo rendimento é inferior a 1 dólar por dia •
Meta 2: Conseguir emprego pleno e produtivo e trabalho decente para todos, incluindo mulheres e jovens •
Meta 3: Reduzir para metade, entre 1990 e 2015, a proporção de pessoas que sofrem de fome.

Educação: o acesso à educação promove melhorias em áreas como a saúde e o crescimento económico (75 milhões de crianças estão fora da escola em todo o mundo).
Meta 1: que, até 2015, todas as crianças, tanto meninos quanto meninas, seja capaz de completar um curso completo de ensino primário

Igualdade de Género: Em todo o mundo, as mulheres arcam com o ónus da pobreza extrema e da doença. As mulheres trabalham mais horas, ganham menos dinheiro, têm menos oportunidades educacionais e políticas e são mais vulneráveis a doenças, como o HIV / SIDA, do que os homens.
Meta 1: Eliminar a disparidade de género no ensino primário e secundário, de preferência até 2005, e em todos os níveis de ensino até 2015

Saúde da Criança: Todos os anos, 9,2 milhões de crianças morrem antes de seu quinto aniversário, quase todos eles de doenças evitáveis ou tratáveis, como diarreia, pneumonia, malária e sarampo.
Meta 1: Reduzir em dois terços, entre 1990 e 2015, a taxa de mortalidade de menores de cinco anos

Saúde materna: A cada ano, mais de meio milhão de mulheres morrem de complicações durante o parto, e outras dezenas de milhões sofrem de doenças relacionadas com a gravidez.
Meta 1: Reduzir em três quartos a mortalidade materna
Meta 2: Alcançar o acesso universal à saúde reprodutiva

HIV / AIDS, malária e outras doenças: Embora o HIV / SIDA, tuberculose (TB) e malária sejam evitáveis e tratáveis, são três das doenças mais devastadoras do mundo. Todos os dias, mais de 12500 pessoas morrem de VIH / SIDA, tuberculose e malária, quase dois terços dos quais vivem na África sub-saariana.
Meta 1: Ter parado em 2015 e começado a inverter a propagação do HIV / AIDS
Meta 2: Atingir, até 2010, o acesso universal ao tratamento para HIV / AIDS para todos aqueles que precisam
Meta 3: Até 2015, parar e começar a reverter a incidência da malária e outras doenças graves

Estabilidade ambiental: Em todo o mundo, 884 milhões de pessoas não têm acesso a água potável e 2,5 biliões não têm acesso a saneamento adequado. Estes números tendem a aumentar, com as ameaças emergentes, tais como as alterações climáticas e o crescimento demográfico.
Meta 1: Integrar os princípios do desenvolvimento sustentável nas políticas e programas nacionais e reverter a perda de recursos ambientais
Meta 2: Reduzir a perda de biodiversidade, alcançando, em 2010, uma redução significativa na taxa de perda
Meta 3: Reduzir pela metade, até 2015, a proporção da população sem acesso sustentável à água potável
Meta 4: Até 2020, ter alcançado uma melhoria significativa nas vidas de pelo menos 100 milhões de pessoas

Estabelecer uma Parceria Mundial para o Desenvolvimento: O sucesso na realização dos primeiros sete objectivos requer um novo pacto de cooperação global através do qual países em desenvolvimento possam dar prioridade ao apoio a países menos desenvolvidos e possam criar um sistema sustentável e responsável para atingir esse objectivo. Os países ricos comprometeram-se, de forma muito ambiciosa, nos últimos anos, e, embora alguns países tenham feito já grandes avanços no sentido dessa ajuda ao desenvolvimento, muitos compromissos ainda não foram cumpridos.
Meta 1: Atender às necessidades especiais dos países menos desenvolvidos, os países sem litoral e os pequenos Estados insulares
Meta 2: Desenvolver um sistema comercial e financeiro aberto, baseado em regras, previsível e não discriminatório
Meta 3: Tratar de forma abrangente a dívida dos países em desenvolvimento
Meta 4: Em cooperação com as empresas farmacêuticas, proporcionar o acesso a medicamentos essenciais nos países em desenvolvimento
Meta 5: Em cooperação com o sector privado, tornar disponíveis os benefícios das novas tecnologias, designadamente de informação e comunicação

O mundo tem uma oportunidade histórica para renovar a luta contra a pobreza extrema, reafirmando o seu compromisso com o desenvolvimento e alavancar novos recursos para atingir os objectivos acordados. Junto com os dirigentes, campanhas e cidadãos em todo o mundo, é necessário mobilizar um forte apoio de base, de modo a fazer com que os líderes mundiais cumpram os compromissos definidos para que seja possível alcançar as metas.